O quase Natal

Ir em baixo

O quase Natal

Mensagem  Lâmpada mágica em Qua Nov 26, 2008 6:14 pm

Apesar de parecer fora do contexto, aproxima-se uma época em que o desperdício de quase tudo toma proporções que realmente me irritam.É a época em que todos nós nos esqueçemos, dos animais que morrem de fome porque a seca lhes roubou o alimento, do agricultor que mal consegue sobreviver ao desepero de assistir impotente ao cambalear dos seus animais famintos. Esqueçemo-nos porque a “caixinha mágica”, só nos trás as más, mas espectaculares notícias. As que dão audiências. É nesta época que todos ficamos “bonzinhos”, mas sem memória. E a cidade fica tão bonita iluminada de desperdício !!! Ainda bem que podemos comprar todos os desperdícios para a familia, para os amigos, para os vizinhos, para os outros, para quem quer que seja, ao som da cidade iluminada. Poupar electricidade, para quê? As barragens estão tão cheias! O Verão está tão longe. Depois logo se vê. Agora temos é que pensar nas prendas, mesmo para aqueles que detestamos ou nos detestam ao longo do ano. Temos que ser “bonzinhos” nesta época do ano. E agora pergunto, então porque não o somos mesmo? Porque é que só alguns (muito poucos) dentro de uma camioneta, percorrendo planaltos, sentem a paisagem do quase Verão esfomeado, sentem a dor que por ali se vive numa assustadora quietude? Porque é que os outros passageiros na mesma camioneta, no mesmo planalto, provávelmente dormem? Não sei porquê. Não deveriamos todos ter esta percepção? Também não sei. Só sei que ainda sei muito pouco.
Lâmpada mágica
Lâmpada mágica

Mensagens : 17
Data de inscrição : 26/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O quase Natal

Mensagem  Aladino em Qua Nov 26, 2008 7:00 pm

Todos nos temos o nosso tempo de duração nesta bola perdida no espaço e por muitos anos que se viva nunca se sabe tudo. A atitude do proximo é e será sempre na maioria das vezes encompreensivel, talvez por isso mesmo a mente humana seja um dos objectos de estudo mais apreciados, talvez porque esteja sempre envolto como que numa especie de misterio, nunca se sabe o que vem a seguir.
O ser humano é o animal mais capaz de, não so de evoluir, mas acima de tudo de se autodestruir, é um animal "cinico" porque raramente reaje de acordo com o que fala ou dentro do que acredita e infelizmente nesta quadra festiva pagã é onde se nota mais esse "cinismo". Fiz um trabalho nno 1º ano para int.as cien.soc. onde o título era O Natal, ai era referido que muitos povos levam uma vida de angariar riquezas para o seu clã e em determinadas alturas do ano simplesmente destroem tudo o que angariaram isto aquando uma festa onde são recebidos outros clãs ou tribos que os são convidados a visitar, eles destroem tudo de proposito para demonstrar aos outros que são possuidores de muitas riquezas, ficando depois sem nada, mas com isso ganham um estatuto.
Estes acima referidos não os creio muito diferentes da sociedade em que vivemos, na nossa sociedade muitos oferecem algo com o intuito de receber muito mais em troca, oferecem por interesse, a amizade ja não é tao sincera nem a uniao da familia, falam de sentir pena e ser solidarios mas a verdade é que na maior parte das vezes tudo isso é feito com interesses. Mas nem tudo é mau, felizmente ainda há pessoas verdadeiras e de coração aberto que ajudam sem esperarem algo em troca.
Aladino
Aladino

Mensagens : 13
Data de inscrição : 16/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum