Um jornalista que gostava de ter sido Psicólogo

Ir em baixo

Um jornalista que gostava de ter sido Psicólogo

Mensagem  Ricardo Duarte em Seg Mar 09, 2009 6:07 pm

Mário Lino, no Jornal de Negócios, via João Villalobos do Corta-Fitas:

Gosta de o tocar? Há nisto um lado fetichista?

Talvez, talvez. Nunca fumo em jejum nem no quarto. Fumo desde que tomo o pequeno-almoço até ir deitar-me. Permanentemente. Ando sempre com 10, 12 cachimbos na pasta. As peças essenciais são duas: o escovilhão e o calcador.

Toca-o como se fosse uma extensão do seu corpo.

Talvez. Nunca pensei nisso.

Quase o acaricia. Não pega nele de modo desligado. Fá-lo com segurança, hábito e uma certa volúpia.

É. Há uma afectividade pelo cachimbo. E gosto de escolher. É uma peça bonita, pá, não é?
avatar
Ricardo Duarte

Mensagens : 141
Data de inscrição : 05/09/2008
Idade : 45
Localização : Estoril

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum